Educação Condutiva - com amor

Quero escrever sobre Educação Condutiva porque me apaixonei por este método, cheio de amor, que tem atendido aos meus filhos com p.c. Quero descrever o que tenho estudado, aprendido, escutado e sentido ... Tenho a vontade de abraçar o mundo e fazer com que todas as crianças na mesma condição motora de meus filhos, tenham a chance de receber toda esta inteligência, técnica, forma de agir, pensar e sentir, que com todo carinho o Dr. Andras Peto deixou de herança.

Thursday, November 20, 2008

Meu filho palavra


Tenho gêmeos, e as comparações são inevitáveis, eu sei. Não gosto das perguntas indiscretas, me contenho, elaboro mil respostas sem emitir uma palavra.

- Um fala, e o outro não ?

Fico em constante procura para definir para eu mesma, o que ele fala, como ele fala, se ele fala. Pedi ajuda e no Aurélio encontrei:

Falar : Dizer palavras; exprimir-se por meio de palavras; fazer compreender; dialogar.
Dialogar: Falar alternadamente; conversar.
Conversar: Falar; tratar; discutir.
Discutir: debater; travar discussão; questionar.
Questionar...

Bom, eu estava procurando falar...

Verbalizar: Expor verbalmente; expresso de viva voz; oral.
Oralizar: relativo a boca; emitido pela boca; comunicar.
Comunicar: Fazer saber; participar; estabelecer comunicação entre.

ufa! Eu digo que meu filho fala, dialoga, conversa, discute, verbaliza, oraliza, se comunica. Bom, de certa forma não. Ele não forma uma frase.

Mas ele saber dizer SIM e NÃO. Existe decisão mais importante em nossa vida do que decidir sobre si mesmo? Saber se quer ou não quer?

Entre os verbos que listei acima eu gostaria de me expressar diferente, dizer que ele entende tudo que está a sua volta, que ele faz suas decisões, que quer ser respeitado, mesmo se não verbalizar, mesmo se não abrir a boca. Gostaria de criar um verbo, exprimindo as caracterísiticas como a dele, que com o som de uma palavra ele quer dizer muito, muito mais.

Um verbo que poderia ser Palavrar. Ele emite palavras que eu entendo e todos a sua volta entendem. Se posso criar um verbo, aqui está. Senão eu poderia apenas responder a pergunta com um sorriso verdadeiro no rosto:

- Sim, ele fala e também escuta. Respeite.

4 Comments:

Anonymous Anonymous said...

Letícia quando leio os teus textos me sinto tua irmã,são tão próximas as tuas palavras...tão vivas!Um grande abraço, Luciane Lubianca.

2:50 PM  
Blogger LeticiaBúrigoTK-1288 said...

Luciane,

Não sei se imaginas COMO é gratificante ler as tuas palavras.

Por muitas vezes me sinto absolutamente só, como se vivesse um mundo meu, particular.

Em outro momento uma mãe me chamava atenção de que eu havia escrito algo sobre a vida dela, me espantei e fui reler o texto. Era um texto que eu falava de mim...

Com tuas palavras me sinto compartilhada, obrigada!

Um beijo com amor,
Leticia

8:48 AM  
Anonymous Anonymous said...

Ele se comunica sim! E vai falar, verbalizar, oralizar, discutir no tempo dele. TENHO CERTEZA DISSO.
Dinda

9:00 PM  
Anonymous Anonymous said...

Ele se comunica sim! E vai falar, verbalizar, oralizar, discutir no tempo dele. TENHO CERTEZA DISSO.
Dinda

9:08 PM  

Post a Comment

<< Home