Educação Condutiva - com amor

Quero escrever sobre Educação Condutiva porque me apaixonei por este método, cheio de amor, que tem atendido aos meus filhos com p.c. Quero descrever o que tenho estudado, aprendido, escutado e sentido ... Tenho a vontade de abraçar o mundo e fazer com que todas as crianças na mesma condição motora de meus filhos, tenham a chance de receber toda esta inteligência, técnica, forma de agir, pensar e sentir, que com todo carinho o Dr. Andras Peto deixou de herança.

Saturday, February 16, 2008

Infinidade de verbos


Fico lembrando quantas coisas esdrúxulas fiz com meus filhos, quantas orientações bárbaras segui a risca, quantos momentos me estraguei por dentro, sem nunca ter entendido meus verdadeiros sentimentos. Quantas brigas provoquei, quantas maldades apaziguei, algumas vezes por seguir regras sem sentido, ou seguir instruções e sentimentos que justamente me faziam sentido.

Minha imaginação sempre estava a frente preparando o próximo momento e o passo seguinte de meus filhos, alguns que ainda não chegaram, outros que nunca teriam conseguido realizar.

...
um quadro de ímans no quarto, para que pudessem exercitar a coordenação motora brincando;
uma piscina de sagu crú para fazer massagem e estimulação sensorial;
trocar as fraldas de barriga pra baixo, para não estimular a extensão nas costas;
dar banho de água fervida com gotas do vinho de não sei quem, para relaxar;
proferir o quebranto durante treze dias para afastar mau olhado;
fazer um número sem fim de cadeiras com braços e apoio entre as coxas para usar em casa, na praia, na escola, na estimulação;
fazer invertidas e pêndulos de cabeça pra baixo para estimular a circulação cerebral;
colocar espelhos no caminho que passam para que se observem;
procurar, como num garimpo, brinquedos que eles possam usar;
desmontar e refazer tesouras de quatro furos, para que possamos auxiliar no corte;
fazer massagem com esponja de louça, procurando apresentar também as sensações de áspero e rugoso;
procurar, fazer, apresentar, colocar,
...

Uma infinidade de verbos que não canso de realizar. Dentre todas as ações e buscas que pretendi, nunca temi em dar de mais, mas me angustiava pensar que poderia não estar fazendo o suficiente... e certamente a melhor das experiências que fiz foi conhecer a Educação Condutiva. Não cansei, nem sosseguei, continuo procurando e conjugando.

2 Comments:

Blogger Grilinha said...

E é pr isso que tanto gosto de te ler...
E ainda aprendi umas novidades ainda não experimentadas, rsrsrs...
Bjs

6:00 PM  
Blogger LeticiaBúrigoTK-1288 said...

Grilinha,
Vamos compartilhar estas listas, sempre tem uma coisinha nova para experimentar!
Seguimos conjugando.
Um beijão
Leticia

4:19 PM  

Post a Comment

<< Home