Educação Condutiva - com amor

Quero escrever sobre Educação Condutiva porque me apaixonei por este método, cheio de amor, que tem atendido aos meus filhos com p.c. Quero descrever o que tenho estudado, aprendido, escutado e sentido ... Tenho a vontade de abraçar o mundo e fazer com que todas as crianças na mesma condição motora de meus filhos, tenham a chance de receber toda esta inteligência, técnica, forma de agir, pensar e sentir, que com todo carinho o Dr. Andras Peto deixou de herança.

Saturday, March 31, 2007

Estar em sintonia com meu corpo


Esta semana meu filho me pedia para não ir mais a aula. Sempre me preocupo, e não é de hoje, se estamos fazendo 'demais' por eles, ou 'de menos'. Quando ele me falou da sua instisfação logo pensei no nosso trabalho de educação condutiva, achando que poderia estar ficando puxado, ou cansativo. Não era. A insatisfação era com a escola regular que eles acompanham no período da tarde.


A sala dele estava passando por algumas mudanças, inclusive com a saída da professora, e ele estava se sentindo inseguro de estar de novo naquele grupo. Acho maravilhoso a forma como as crianças despertam as suas emoções e percebem as emoções do meio em que estão. Sempre digo que eles são maiores do que o próprio corpo, como se tivessem vários corpos de energia em volta que vão se encontrando com as sensações dos outros corpos. E é assim que eles percebem as diversas sensações que temos, de insegurança, de ansiedade, de repressão, de rebeldia, de bondade, de satisfação, de amor.


Acho que nós adultos emburrecemos com o tempo, vamos perdendo esta qualidade de estar em sintonia com os outros, captando e até transformando as emoções e sensações que percebemos. Acabamos nos preocupando com outras formas de vida e nosso corpo acaba ficando do tamanho que parece ser. E depois acabamos nos espantando com as coincidências, com as surpresas e os caminhos que seguimos.


Hoje tenho plena consciência de que meus filhos precisam da educação condutiva e que ela é a principal atividade da vida deles. Não me importo se eles parem de estudar por três anos, não me importaria se eles estivessem no terceiro ano tendo que estar no sexto. Aprender o conhecimento escolar eles vão, mais cedo ou mais tarde. Aprender a executar os movimentos que lhes faltam para adquirir certa autonomia e qualidade de vida no futuro, é preciso que seja ensinado já. Hoje, amnhã e depois. Todos os dias.


5 Comments:

Anonymous Helder Burigo said...

Letricia ...

Passei por aqui. Toda vez que entro me arrepio dos seus comentarios... Isto é que todo mundo precisa em todos os sentidos da vida ...

Um beijão ...

Helder

8:17 AM  
Blogger LeticiaBúrigoTK-1288 said...

Helder,

Adorei o comentário. Eu também tenho aprendido muito com a Educacao Condutiva, para mim, para meus filhos, para todos nós.

Super beijos
Leticia

4:24 PM  
Anonymous Néa e Arthur said...

Oi Letícia, por tudo que vivo hoje com certeza eu tbm apostaria na educação condutiva .

Um abraço
Néa e Arthur

8:30 PM  
Anonymous Anonymous said...

Leticia, viste o fantástico de domingo? Relatava a proibição de um casamento pela igreja católica de uma pessoa que tinha PC.É que todos acham que que a dificuldade motora que se apresenta em vários casos é a mesma no nível cerebral....Puro engano....

Marcio

11:44 AM  
Blogger LeticiaBúrigoTK-1288 said...

Marcio,

Não vi o programa todo, e por acaso acabei vendo justamente parte desta matéria. Que absurdo! A sociedade cheia de 'pudor' impõe leis até para permitir a nossa felicidade! Explicitamente impedindo o casamento daqueles com alguma deficiência!

Engano? Ignorância na minha opinião.

Leticia

3:23 PM  

Post a Comment

<< Home