Educação Condutiva - com amor

Quero escrever sobre Educação Condutiva porque me apaixonei por este método, cheio de amor, que tem atendido aos meus filhos com p.c. Quero descrever o que tenho estudado, aprendido, escutado e sentido ... Tenho a vontade de abraçar o mundo e fazer com que todas as crianças na mesma condição motora de meus filhos, tenham a chance de receber toda esta inteligência, técnica, forma de agir, pensar e sentir, que com todo carinho o Dr. Andras Peto deixou de herança.

Tuesday, March 25, 2008

Cansaço


Descanso quando me exercito? Ou me exercito e assim me canso ?

Me vi questionando sobre cansaço quando a professora de italiano me perguntou: - Yoga relaxa? Atonitamente fiquei sem resposta e não soube responder se quando passo mais de uma hora me alongando, suando, torcendo e exercitando meu corpo, se estou relaxando. Na verdade Yoga me cansa. O que não quer dizer que não me relaxa.

O que é o descanso?

Ficar em casa deitada com o corpo imóvel, lendo ou vendo a tv, deixando que a minha cabeça crie seus próprios roteiros de viagem, de passeios, de situações que tenho vontade em fazer. Por alguns minutos tudo bem, mas e se for uma tarde inteira... Descanso ou me canso?

Estar em uma aula de yoga conhecendo os limites de meu corpo, torcendo cada pedaço de pele e músculo, encontrando o meu silêncio, percebendo as minhas emoções de medo, desafio, competição, prazer, realização. Suando muito, percebendo o meu próprio corpo como se estivesse queimando de tanto estica e puxa. Me canso ou descanso?

Nossos músculos não descansam se estamos imóveis. O descanso não é ficar no ócio. Me canso quando descanso.

Essa energia que faço girar e movimentar meu corpo e que faz meu espírito ficar leve, essa me relaxa. Me cansa e me relaxa.

Não duvido de que quando meus filhos passam a tarde fazendo suas atividades de Educação Condutiva, reconhecendo seus instantes preciosos de concentração, eles estão prazeirosamente cansados. E relaxados.

3 Comments:

Blogger LeticiaBúrigoTK-1288 said...

A partir deste post Andrew Sutton comenta em seu blog a forma como eu descrevo o meu cansaço.
Eu falo em cansaço e ele fala de meu entusiamo.
Será dificuldade de tradução, ou até no cansaço ele me vê positivamente?

Obrigada pelos elogios... Leticia

7:34 AM  
Anonymous Adri said...

Lê, parabéns pelo teu blog! Em especial por este teu texto...mto interessante...tá merecendo reunir todo esse material e transformar em livro ein?
Beijos,
Adri

9:52 PM  
Blogger LeticiaBúrigoTK-1288 said...

Adri, Adorei a tua visita por aqui, em especial seu comentário de entusiasmo.
Volte sempre!
um beijo.

8:27 AM  

Post a Comment

<< Home