Educação Condutiva - com amor

Quero escrever sobre Educação Condutiva porque me apaixonei por este método, cheio de amor, que tem atendido aos meus filhos com p.c. Quero descrever o que tenho estudado, aprendido, escutado e sentido ... Tenho a vontade de abraçar o mundo e fazer com que todas as crianças na mesma condição motora de meus filhos, tenham a chance de receber toda esta inteligência, técnica, forma de agir, pensar e sentir, que com todo carinho o Dr. Andras Peto deixou de herança.

Thursday, November 10, 2011

Nojo do quê?

Minha mente está ligada no horário do banheiro, de hora em hora. 

Se respeitarmos os intervalos, a rotina de higiene funciona. Mas se eu me peder por 10 minutos, tenho que trocar calca e cueca & lavar calça e cueca. E quando é cocô? Tirar o excesso da cueca no vaso, escovar a cueca no balde, jogar o excesso na grama. Esfregar a cueca com sabão, deixar de molho na bacia e então colocar na máquina. Não posso desligar do horário do banheiro, de hora em hora.

Toda mamãe faz isso? Mamãe com bebê pequeno troca fralda, enrola a fraldilha fedida e coloca no lixinho. Talvez vá tocar em cocô lá quando for velhinha, com a mão trêmula e não se limpar direito. Talvez nenhuma mamãe viva em contato com nossas secreções assim como as mães especiais.

Mães especiais colocam supositório, recebem vômito no ouvido, se lambuzam de cocô. Parece um assunto um tanto argh!, mas a mamãe que tenta uma independência, que se livra das fraldas vive esta experiência por um bom tempo.

E eu pergunto, nojo? Nojo, de quê?

2 Comments:

Blogger Mari Hart said...

Querida, Leo só faz cocô passivamente, ou seja, com luvas e KY, eu que retiro de dentro dele, dia sim, dia não. E tem mãe que nem trocar a fralda do filho troca por nojinho né!? Pena delas! Bjinho! =))

9:09 AM  
Blogger LeticiaBúrigoTK-1288 said...

Mari, mãe que vive intensamente com todas as secreções, isso mesmo, nojo de que?
Beijo, bom feriado!
Leticia

2:28 PM  

Post a Comment

<< Home