Educação Condutiva - com amor

Quero escrever sobre Educação Condutiva porque me apaixonei por este método, cheio de amor, que tem atendido aos meus filhos com p.c. Quero descrever o que tenho estudado, aprendido, escutado e sentido ... Tenho a vontade de abraçar o mundo e fazer com que todas as crianças na mesma condição motora de meus filhos, tenham a chance de receber toda esta inteligência, técnica, forma de agir, pensar e sentir, que com todo carinho o Dr. Andras Peto deixou de herança.

Tuesday, August 12, 2008

Acomodando na cama


Vira daqui, acomoda dali. Estou sempre tentando encontrar uma forma mais cômoda de acomodar meus filhos na cama. Buscando colocá-los de ladinho, em posição fetal, com os braços lado a lado, pescoço reto, o local ideal no travesseiro, a altura da coberta.

Durante uma noite de sono, muitas vezes as crianças querem se virar, e têm um de seus braços presos embaixo do corpo ou se movem até um canto da cama. Ficam ali travados e não conseguem sair, ou então por frio, xixi, algum mosquito, nariz entupido... E eles nos chamam, claro. Uns chorando, outros gritando, e acabam despertando a casa toda.

O travesseiro não muito alto, nem muito duro, o tamanho do colchão, o peso da coberta, a umidade do ar, um barulho na rua, dormir de meia, ou sem,... estou sempre buscando encontrar uma razão ou qualquer pensamento que se torne quase que perfeito para uma ótima noite de sono.

Ontem ajustando meu filho na cama, encontrando pra ele a melhor forma de dormir bem a noite inteira e achando que ele já tinha descansado, ele se vira, me olha e pergunta:
- Porquê tu estais fazendo isso mãe?
- Isso o quê filho?
- Porquê tu estais me empurrando ?

Tanta regra, tanta razão, tanta função... eu achando que estou acomodando e , na verdade, estava era perturbando... essas mães...

2 Comments:

Blogger Néa e Arthur said...

Ah mas não é que somos todas iguais,tbm faço o mesmo,rsrsrsrs.Meu marido diz:Vc diz que não dormiu direito mas tbm passa a noite a mexer no menino.Mas é preocupação de mãe mesmo,sempre querendo cuidar e adivinhar tudo.Amor,amor sempre amor!Beijos

8:39 PM  
Blogger LeticiaBúrigoTK-1288 said...

Néa...
Sim, mães com muito amor, mas muitas vezes tentando impor questões que a nós parece bem... À eles nem tanto!
No fim acabamos confundindo razão com emoção. E ainda assim continuamos fazendo.
Beijão
Leticia

7:09 AM  

Post a Comment

<< Home