Educação Condutiva - com amor

Quero escrever sobre Educação Condutiva porque me apaixonei por este método, cheio de amor, que tem atendido aos meus filhos com p.c. Quero descrever o que tenho estudado, aprendido, escutado e sentido ... Tenho a vontade de abraçar o mundo e fazer com que todas as crianças na mesma condição motora de meus filhos, tenham a chance de receber toda esta inteligência, técnica, forma de agir, pensar e sentir, que com todo carinho o Dr. Andras Peto deixou de herança.

Thursday, August 25, 2011

Dança Baobah

Foi uma experiência linda.

Levei meus filhos com seu grupo de amigos na condutiva para uma oficina de dança. Eles aprenderam a se liberar, a soltar suas emoções, a formas pares, a criar movimentos, a copiar movimentos dos outros, a dançar.

Uma dança fluida com um grupo em movimento, expressando da forma que possa, com gestos ora criativos, ora involuntários. Um sorriso, uma expressão séria, um balanço com a música.

Um grupo misto: outros cadeirantes, outros especiais, outros simpatizantes. Em harmonia, um grupo dançando, sem perceber as deficiências, mas sentindo prazer no fluxo da dança.

Assim refletiram as crianças após a oficina, viram seu corpo leve, dançando. Sem ter percebido que entre eles haviam deficientes. Eles enxergaram a dança, a sensação de prazer proporcionada ali.

Que delícia!

Assim foi a experiência na escola Baobah, que se propõe a contribuir por meio da arte, para o desenvolvimento de individualidades emocional promovendo uma sociedade mais solidária e menos discriminativa, e que aproveite as diferenças individuais em favor do bem comum.

2 Comments:

Blogger Néa e Arthur said...

A música e dança faz muito bem ao nosso espírito.Quando estivemos na fisioterapia intensiva as crianças amavam a hora da musicoterapia,e nós pais tbm,cada um do seu jeitinho mas no final todos relaxados e satisfeitos.Sou louca pra conhecer a EC mas ainda chegaremos lá.Beijos

8:50 AM  
Blogger LeticiaBúrigoTK-1288 said...

Nea,
Em tempos de Rock in Rio, confirmamos como música move 'gente', gente quer estar com gente para escutar música, para vibrar, para sentir, para experenciar os ouvidos.
Grande beijo no Arthur!
Leticia

8:40 AM  

Post a Comment

<< Home